|

28 de set de 2005

Paratodos


...E, até que enfim chegamos à Natal, sexta-feira à noite, depois de dez horas de viagem com direito a ficar perdidos no centro de Recife. O motorista, meu amigo, é muito teimoso, e mesmo lhe indicando o caminho, ele teimava em pedir ajuda dos pedestres e guardas municipais. Falei duas vezes com ele, como não me atendeu, deixei-o de lado, e não falei mais nada. Ficamos rodando na cidade, passando três vezes pela Agamenom Magalhães, subindo duas vezes o viaduto,até air em Olinda. Daí em diante ele me diexou guiá-lo, pois viu que apesar de ter saido de Recife em 1982, minha memória ainda estava atualizada.

Antes de sairmos de Maceió, ele já havia pedido ajuda a outra pessoa. Até ai tudo bem. Paramos para almoçar e depois assim que pegamos a estrada, vi uma placa indicando a estrada para Abreu e Lima, e Igarassú, que cortava um bom pedaço de caminho, evitando passar pelo centro de Recife. Falei pra ele sobre o atalho, que essas duas cidades eram depois de Paulista. Ele não me ouviu, pois disse que o ´´fulano``, tinha falado que tinha um caminho que não passava por Recife. Eu fale: ´´O caminho é aquele que acabei de falar!``. Ele ficou calado. Terminamos encontrando um engarrafamento enorme antes de chegar em Recife. Ele foi se estressando. Mais uma vez falei pra ele pegar o lado de fora, pegar o cais, e entrar na ultima ponte, e dai en diante seguir para Olinda, e sair da cidade. Nada foi feito, fez o que quis. Resultado: Entramos numa faixa só para ônibus, e quase fomos multados.Fomos, não, ele foi, o carro era dele. O guarda mais perdido qeu cego em tiroteio, confundiu o pouco cerebro que havia, depois do montante estressado do meu amigo. Mesmo assim, pela última vez tentei ajudá-lo. Falei: ´´Pega a faixa da direita, que vamos entrar na Cruz Cabugá``. Ele passou direto, eu me calei. Dois policiais fizeram uma salada nas suas indicações. Mais na frente um casal, comeu a macarronada, e vomitou uma sopa. Eu, calado. Quando ví qeu o nervosismo dele podia causar um acidente, falei: ´´Segue em frente sobe o viaduto, segue na estrada, vamos ver lá na frente o Centro de Conveções``...Sendo assim, depois ele riu, e falou: ´´Mas não é que tú sabe mesmo?!``...Só aí a viagem já cansa.

Natal é uma ótima cidade. Só a Renata disse conhecer, e vale a pena qualquer época do ano. O sol parece que mora aqui. As ruas se cruzam. Há muitas retas. Ruas com nomes como em Copacabana, Xavier da Silveira; Como em Ipanema, Prudente de Morais; Como em São Paulo, Airton Senna. Shopping de todo jeito: Pequeno, Medio, Grande e Enorme. No inicio parece que voce entra num labirinto, aos poucos voce vai lendo o nome de uma rua, daqui a pouco passa por essa mesma rua voltando, e cruza com ela em poucos minutos. Bairro com nome engraçado, como ´´Capim Macio``. Nome pomposo, como ´´Ponta Negra``. Em quase toda cidade tem jogo do bicho autorizado.Muitas pizzarias. Lindas praias, as urbanas não achei mais bonitas que as de Maceió. Achei uma cidade cara para turistas mas, como falei, vale a pena, pois coisas aqui não se vê sempre na vida. Como dessa não levamos nada, é bom conferir.
Hoje passei o dia inteiro na rua procurando um local pra alugar com uns amigos. Achei às 17:30h.Um kit próximo ao local onde estou fazendo o estágio. Não temos nada, mas a dona da imobiliária ficou de arrumar algo para nos ajudar.Um amigo vai arrumar uma tv, outro os colchões, outro um frigobar, e outro uma mesa de bar.Ótimo, está montado o AP. Comprei um rádio gravador, claro. Como ficar sem ouvir música? Comprei um cd do Taj Mahal, e um do Flávio Venturini. Conhecí uma boa cantora da terra, desconfio que ela participou do FAMA, da Rede Globo. O nome dela é Marina Elali.Além de bonita, canta bem. Acho que ainda vamos ouvir muito falar dela. É claro, comprei o cd. O show dela vai ser dia 11 e 12 de outubro. Como vai cair dia de semana, já sei que vou.
Conhecí varios cybers, funs e lans, mas voltei ao inicio. Estou na primeira que usei aqui. Fui bem recebido, fiz uma certa amizade.É longe de onde moro, mas fica perto de um shopping, o ´´Via Direta``, que tem um bom Happy Hour, e depois de conversar com vocês, vou lá e tomo um chopp por nós. Mudei de hotel, achei um mais em conta, com o serviço melhor, e mais próximo do curso.Hoje tem jogão, vou correndo prá lá. Meu Fluminense joga hoje, é uma pena não ser o jogo da tv.Agora, vou comer na minha lanchonete prefeirida, com minha garçonete preferida, Patrícia, e vou embora.
O post saiu excepcionalmete hoje, porque sei que amanhã vou arrumar as coisas lá no pequeno AP, e não terei tempo pra postar. Não haverá o ´´Comentando os comentários``, e responderei no blog de cada um mesmo, até mês de dezembro.
Um grande beijo e abraço a todos.

No Gramophone: ´´ Corcovado``, João Gilberto.*

* É a música que toca aqui no momento.


Escrito por Sergio Nasto,
às 18:52


23 de set de 2005

O Muro

...E, parecia um sonho, tudo aquilo era como s fosse um filme, acho que todo mundo já se imaginou dentro de um filme. E olhando de cima, parecia uma super produção de Hollywood. A cidade era Strassburgo,na França. Para quem já viu cartões postais, ou calendários anuais que dão de brinde nos finais de ano, sabe do que falo, e assim era o que se via, sem tirar nem pôr. Com flores, castelo, visões dos tempos medievais. O tempo era outro. Eram meados da década de noventa, mais precisamente 1994, e algo muito grande e importante estava pra acontecer na cidade. Naquela época o tempo estava ruim, chuvoso, mas com aberturas de sol fraco, mas querendo assistir o que chegava com a noite. Num pequeno estádio da cidade, se apresentaria a maior banda de rock-progressivo da história. A emoção e a espetacular produção valeram o ingresso, cerca de 100 reais na época. Haviam duas super telas, e metade do estádio foi tomado pelo palco. Um grande globo encantava com efeitos especiais, além de um porco que parecia querer explodir e jogar algo para a platéia. Era a turnê ´´The Division Bell``, do Pink Floyd, que originou o cd P.U.L.S.E.

O Pink Floyd formou-se em 1965 a partir das mudanças de bandas anteriores. Os primeiros nomes foram: "Sigma 6", "T-Set", "Megadeaths", "The Screaming", "The Architectural Abdabs" e "The Abdabs". Na primeira formação, a banda foi chamada, por Syd Barret, "The Pink Floyd Sound", em homenagem a dois músicos de blues, Pink Anderson e Floyd Council e, mais tarde, quando do lançamento do seu primeiro álbum, apenas como "The Pink Floyd" . O artigo "The" foi esquecido alguns álbuns depois, fixando o nome da banda definitivamente como "Pink Floyd".Gravam o primeiro disco ´´The Pipers At Gates of Dawn´`, e disputam com o ´´Sargent Peppers..`` dos Beatles, o título de marco da estréia do rock como obra de arte. Nesse disco a formação, era Syd Barret, Roger Waters, Richard Wright, e Dave Mason. Em 1968, o guitarrista e vocalista David Gilmour juntou-se à banda para substituir Syd Barrett, cuja saúde mental se deteriorava de dia para dia devido a um exagerado consumo de drogas (LSD). Mesmo assim, mantinha-se como a principal figura e compositor da banda. Com o comportamento de Barrett o tornava cada vez menos previsível, os espectáculos da banda tendiam a desmoronar-se, até que os outros elementos deixaram simplesmente de o levar para os concertos. Com Syd Barrett ainda oficialmente na banda embora não mais participasse dela ativamente, foi lançado o álbum ´´Saucerful of Secrets``. Ao contrário do que se podia esperar, apesar de não contar com a participação integral de seu criador e principal articulador, o Pink Floyd se sai muito bem. O disco foi com a participação dos cinco, mesmo que Syd tenha contribuído apenas em uma música.Em 1969, eles gravaram dois discos, ´´More`` e ´´Ummagumma``, esse ultimo duplo, um ao vivo e outro de estúdio.

Logo no inicio da década de 70, o Pink Floyd se consagrou como uma das melhores bandas de rock da história. Lançaram o album ´´Atom Heart Mother`` ( o que tem uma vaca pastando na capa); Em 1971, ´´Meddle``, um dico mais objetivo, e onde eles foram traçando já um caminho musical que seguiriam. Nesse disco há uma faixa de 23 minutos, ´´Echos``, acompanhada por ´´One of These Days``. Um clássico, onde Nick Mason, diz: ´´One of these days i´m going to cut you into little pieces``(Um dia destes vou te cortar em pequenos pedaços), a letra é uma única frase. Lançaram em 1972, ´´Obscured by Clouds``. Sua obra prima, o album ´´ The Dark Side Of the Moon``, veio em 1973. O grupo nunca teve exitos até aquele momento com parada de sucesso, mas ´´Money``, e ´´Time``, chegaram ao Top 20, em quase todo o mundo. Foi durante dez anos o disco mais vendido da historia da música. É um disco conceitual, e trata de temas que envolvem a relação humana, como loucura, fama, e neurose. É considerado por muitos como o melhor disco do grupo. E foi a ´´coqueluche`` do ano, quem não tinha esse disco, não tinha nada. Após o grande sucesso e fama, lançam três excelentes discos nos anos de 1975, ´´Wish You Were Here``, praticamente um disco dedicado a Syd Barret. Em 1977, ´´Animals``, enfrentou duras críticas, mas é um disco interessante, e suas letras são baseadas no livro ´´A Revolução dos Bichos``, de George Orwell, onde usava os animais para representar a sociedade. O ano de 1979, chegava como uma rachadura. Quem viveu aquele ano, deve saber do que estou falando. Foi um ano inesquecível, porque pela primeira vez eu vivia literalmente uma mudança de década. Aqui no Brasil as mudanças políticas, inicio do fim do governo militar, e outras pequenas coisas que fariam a diferença dois anos depois. O mundo seria outro, e a Opera-Rock. O disco ´´The Wall``, fala bem dessa fase do mundo ainda carregando o peso do passado. Era o mundo querendo se ajustar. E o Pink Floyd, chega ao inicio do fim, no auge da fama. As músicas ´´Another Brick In The Wall`` e ´´Confortably Numb``, se tornaram clássicos. O filme,´´ The Wall``, é lançado quase na mesma época, e Bob Geldof, o mesmo roqueiro que realizou o ´´Live Aid`` e ´´Live Eight``, foi o ator principal.
Depois desse álbum e do filme, Roger Water entrou em conflito com Richard Wright, e David Gilmour. A banda se desfez. Em 1983, foi lançado ´´ The Final Cut``, e mesmo sendo conhecido como um disco do grupo, ele é claramente dedicado ao pai de Roger Waters, e parece uma continuação do ´´The Wall``, com todos os seus temas sobre guerras nucleares e na época a Guerra das Malvinas. Muitos não gostam, eu, claro, gosto e muito. Richard Wright não participa desse disco, e algo falta, é como calçar sapato sem meia. Desse momento em diante ocorreu muita briga na justiça para usar o nome original, e em 1987, Nick Mason e David Gilmour ganham o direito e lançam logo depois, ´´ A Momentary Lapse Of Reason``, com a ajuda de Richard Wright, que entra apenas como músico contratado no início, depois saem em turnê, e lançam ´´Delicate Sound Of Thunder``, em 1988, que bate recordes de venda, e é o disco ao vivo mais vendido da história. Em 1994, com o lançamento de ´´The Division Bell``, é que os três retornam como banda. E nessa turnê, é que surge o P.U.L.S.E., o cd que falei querer ser caso fosse o objeto. Também bateu recordes de vendagem.Esse cd ficou famoso por ter uma luz vermelha piscando como fosse um coração pulsando.
Em julho desse ano, Bob Geldof organizou o ´´Live 8``, um já tradicional evento beneficiente que une diversas estrelas da música. A maior surpresa dessa edição do festival foi a presença do Pink Floyd com Gilmour, Mason, Waters e Wright. Seguiram-se propostas de uma nova turnê e até mesmo de um novo álbum de estúdio, mas nenhum dos membros demonstrou interesse em aceita-las.Após cerca de 30 anos de desavenças, Waters e Gilmour cantaram em uníssono "We're just two lost souls swimming in a fish bowl, year after year, running over the same old ground. What have we found? The same old fears, wish you were here". Além de "Wish You Were Here", foram tocadas "Breathe/Breathe Reprise", "Money" e "Comfortably Numb". O som, foi identico a quando eles se separaram. Para os fans, deve ter sido o melhor show das suas vidas.

No Gramophone: ´´ Us And Them``, Pink Floyd.

Comentando os comentários:

Lia: (1) Ok?(2) Tudo bem, eu entendo, gostaria de por fotos no meu, mas penso também nisso, de não aparecer.

Branco: (1) Também penso assim, mas creio que o homem ainda pode mudar seu conceito...(2) Pra não ficarmos loucos, uma dose de otimismo vai bem.

Ana: (1) Continuamos torcendo!...(2) Infelizmente é que se vê, com isso parei de ver canais abertos e noticiários, vejo apenas o resumo.

Luma: (1) Se soubéssemos quando terminaria isso, seria mais fácil...(2) Nós não estamos a sóis, essa propaganda que as pessoas aceitam é enganosa.

Clarinha: (1) É verdade, e quem derruba é o próprio homem...(2) A hora chegou, isso foi um alerta, só cego não vê.

Flôr: (1) Saudades enormes de você, desde a década de 70, acho...(2) Estarei torcendo para que consiga o mais rápido possível, pra voltarmos a papear.
Gilzinha: (1) Sei, mas há de ser feito mais, um dia não é o suficiente...(2) Obrigado, você também tem bom gosto.

Carol S: (1) É isso que sempre pensei, pra mim nunca foi democracia...(2) Sempre tivemos nossos políticos ´´atores``.

Karen: (1) Tudo bem, amiga, sua presença já é o máximo!..(2) Obrigado pelo poema

DO: (1) Pra mim não há outro jeito, senão uma mudança político-partidária, seria o primeiro grande passo.

Morcego: (1) Eu não desanimo, e ainda tenho esperança de melhora...(2) Não culpo a ditadura, e sim, a forma como foi mudado a país em pouco tempo...(3) Longa? Parece muito longa.

Lulu: (1) o cd Dias de Paz, vale o nome...(2) Entre rir e chorar, gostaria que o povo agisse.

Liliane: (1) É fácil dizer que é do povo, difícil é fazer vale o voto...(2) Eu não voto em alguém desde 1989, e continuarei assim, até o voto ser facultativo.

: (1) Merecer não, e ficar olhando a banda passar, também não...(2) Nosso Flu, é minha alegria.

Mirza: (1) Fui lá, e fiquei satisfeito com o conteúdo...(2) ótima idéia, vamos combinar, devo ir ao Rio em janeiro.

Renata: (1) Indignação é pouco!

Hiran : (1) Temos que ter esperança. Ela é o ar da vida...(2) O homem tem que reaprender a amar o próximo, se é que um dia ele aprendeu.

Anita: (1) Isso é nada por coisa nenhuma...(2) A natureza é sábia, minha querida amiga e grande escritora...(3) Fui lá e achei super legal.

Dalva: (1) Consegui acertar um, não erro mais...(2) Um dia isso vai acontecer e vamos ver o quanto foi bom lutarmos.

Ana Melo: (1) Nós podemos fazer com que seja o fim desses tempos de impunidades...(2) Não morre, se não desistirmos.

Gisele: (1) Sempre ocorreu, e o engraçado é que aumentou conforme o povo foi se esclarecendo. Não dá pra entender...(2) Não entendeu?? Mande um pra mim...Saudades.


Amigos, viajo hoje para Natal (RN), onde passarei meus próximos 70 dias. Não sei se vou conseguir atualizar o em B&P, e tambem comentar diariamente, mas o farei sempre que puder.Minha filha Bárbara atualizará o blog, caso eu não possa. Sentirei saudades, e darei noticias. A intenção é falar algo de lá. Aguardem!

Beijos e abraços
!


Escrito por Sergio Nasto,
às 02:00


15 de set de 2005

Os Anos


...E, o que vejo é que as coisas estão indo de mal a pior. Esse ano parece que mais que outros, pelo menos na política. Se bem que todos santo ano tem um ´´bafafá``, envolvendo nosso quadro político. Igual a esse ano acho que só em 1991...Aí você pára pensa e ver que não, que os anos posteriores e os anteriores também foram cheios de escândalos. Para nós, pobres mortais, chegam sempre em golpes, palavreado hostil, que assusta a ouvir no radio do carro, e ver na tranqüilidade de sua casa, enquanto passa de canal em canal procurando algo melhor para assistir. O olhar cansado das páginas cinzentas dos jornais, os dedos sujos da tinta parecendo sangue, nos faz respirar mais uma vez e tentar entender o que se passa. Tudo acontece quando menos esperamos, queríamos um governo do povo. Veio o governo do povo, que calou um povo, num gesto, num silencio. Essa tormenta declara guerra, nos chama para o combate, para a luta corpo a corpo.

Há meses estamos vivendo com essa previsão. Por todos os lados estamos vivendo a era da hostilidade. Seja na política, social, financeira. É como se todos quisessem de uma hora pra outra prejudicar, acabar com o outro, sem um motivo aparente, e se tem esse motivo, não tenta um acordo, para que as partes saiam satisfeitas. Um repórter da década de 90 fazia uma pergunta em seu programa : ´´Está bom para ambos?``...E encerrava...´´ Se está bom para as partes...``...Não ouvimos mais isso. Os políticos são eleitos, mas pensam em como ficar milionário. Parece até que há um curso expedito logo que chegam ao Congresso Nacional. Aulas em como se comportar para receber propina, como não votar em algo importante para pressionar o Governo. Leituras para os que ainda não sabem das leis que os protegem. Direitos legais que os deixam impunes. Deveres que não precisam cumprir. Formas de enganar o eleitor, na mais completa hostilidade, fazendo valer um nada o voto de cada eleitor.

Há meses estamos vendo atrocidades. Em todos os estados a violência é a lei. Entendo que é parte do homem, mas não dessa forma sendo maior que quem a condena. Morte de turistas, manchando o nome do país. Morte de inocentes e trabalhadores para a proteção dos bandidos. Polícia culpando qualquer um para dar satisfação a sociedade e não se falar mais no caso. Sociedade de bem vivendo mal por pagar uma segurança que não existe. Soldados indo para outro país em guerra a troco de nada, e alguns perdendo vida. Traficantes sendo protegidos pelo poder público, e sendo abraçado pelos Defensores dos Direitos Humanos. Gasto de 700 milhões com referendo para o desarmamento, quando são vendidas apenas 7 mil armas legais no país, e tem aproximadamente 11 milhões ilegais. Jovens matando os pais, jovens assaltando, se drogando, se matando. Advogados de formação duvidosa de Direito, mas de perfeita formação criminosa. Mentes em busca do nada querendo tudo. Formas hostis de comportamento, de eliminação de tudo o que há de bom e saudável no homem.

Há meses alguém passa fome, cria algo que não vê, em busca de um trocado. Em todas as calçadas vemos meninos e meninas, pedintes, expostos ao sol. Em todas as ruas tropeçamos em corpos parecendo folhas. Homens e mulheres desesperados a procura de emprego. Altas contas, e erradas. Um código de trânsito e de consumidor que não se respeita. Juros e mais juros de taxas que sequer se usa. Bancos cada vez maiores e cada vez abrindo agencias. Em cada esquina, sem a mínima estrutura. Um ano depois, parecendo um palácio, derruba uma casa histórica para crescer e tomar a vizinhança. De onde surge tanto dinheiro para o investimento, em tão pouco tempo?. Os anúncios praticamente pondo dentro da sua bolsa um celular. Músicas com letras grosseiras e inexistentes melodias, batendo recordes de venda. Quem aparece por trás desses oportunistas? Formas hostís de transformar os sonhos de alguém em pesadelo.

Os anos passam e sempre temos a chance de mudar. Mas porque não mudamos? Penso que isso ocorre porque sempre deixamos para outros mudarem. Nos meus anos de vivência ainda não houve uma oportunidade como essa de mudarmos, de não deixarmos na mão de quem quer que seja a obrigação ou o peso de transformar esse país. Se quisermos algo de bom temos que pensar no bem. Muito se fala, muito se ouve. Porém só eles falam, só nós ouvimos. É chegada a hora de falarmos, e não há necessidade de eles estarem lá para nos ouvir. Não adianta votar em outro agora, não adianta repetir mandato. Tudo tem um inicio, tudo tem um fim. Toda arvore tem copa e raiz. A árvore política brasileira está podre. Ela está com câncer, e está espalhando por toda uma sociedade do bem, sua doença incurável, perversa e hostil. Quero um país melhor hoje para respirar aliviado amanhã. Quero ter o direito de não sair de casa por não querer votar, mas quero votar certo, e querer ter isso como dever de consciência.


No Gramophone : ´´ Aos Nossos Filhos``, Ivan Lins.

Comentando os comentários :

Lia: (1) Que bom que você conseguiu viajar, é bom saber que quem ler sente como eu ...(2) Ok, parecerei sem dúvida.

Mirza: (1) O bom é que um conhece o outro, a vida de acesso é outro amigo..(2) Ela chegou semana passada por aqui, e vi o quanto é simpática....(3) Dá uma chance a ele!

Luma: (1) Infelizmente não conheço ela, quem são? acho que cheguei nesse mundo bem depois...(2) Legal essa participação de vocês. Tem uma amiga que recebe quem quiser postar no dela, é a Gisele...(3) É verdade, serve para isso também, para não gastarmos dinheiro à toa.

DO : (1) Eu ainda não o tenho como vício, até porquê não tenho tempo pra que se torne vicio..(2) Eu gosto de comentar pela manhã, acontece que as vezes passo da hora, e no trabalho alguns não abrem, como o seu mesmo..(3) Bota mágico nisso!.

Karen: (1) Estou gostando dessa vida, mas não sei até quando..(2) O fato de aqui não ter muito amigos cooperou bastante..(3) Conheço pessoalmente apenas alguns que comentam.

Clarinha: (1) As amizades do blog são mais sólidas, se é que podemos falar assim, mas para mim são...(2) É claro que quando eu for ao Rio, em dezembro ou janeiro nos encontraremos...(3) Crio laços e gosto também...(4) Você já está adicionada há muito tempo, desde a primeira semana sua aqui, apenas não nos vimos ainda por lá....(5) Quando eu tiver um tempo irei lá na página do Haloscan...(6) E ontem, ficou rouca? O time acostumou a fazer gol.

Liliane: (1) eu não diria bichinho porque não tenho nenhum, mas seria um ´´cd`` que não empresto...(2) Gosto muito também. É uma pena não ter muito material dele à venda.

Hiran Abif: (1) Ainda bem que surgiu a Jady e Lya, caso contrário não estaria aqui..(2)Nunca imaginei antes o que ia escrever, e as vezes tenho idéia na hora, e me atrapalho um pouco.

Ana: (1) Quase todas as comédias românticas eu gosto... (2) Obrigado. O lance de comentar os comentários eu peguei da Jady. Isso é o que me fez gostar mais do dela...(3) Nosso time tá ´´tinindo`` como se dizia antigamente....(4) Viu só ontem? Vira-virou!

: (1) Grande Flu!!!!...(2) Você viu o aviso? Ele assumiu a liderança na quarta rodada, depois de ganhar de 3 x 0 do Brasiliense...Igual ao primeiro turno...(3) Ontem foi demais!

Diana : (1) Passaram rápido mesmo, quando olho o numero e posts publicados, nem acredito. E, eu que não sabia o que falar...(2) Não sabia que as pessoas tinham vergonha de dizer que haviam começado nos chats. Todo mundo começa de algum ...(3) Ainda volto lá, mas é raro. Só quando não tem nada pra fazer.

Jady: (1) Você não poderia faltar, a festa pra você também...(2) Terás sempre um espaço no meu retrato.

Cristiano : (1) O mesmo digo ao ler seu blog...(2) O filme não é ´´fora de série``, mas é bem legalzinho.

Dalva : (1) Legal ter gostado do texto...(2) O bom é que a sensação é de que as pessoas estão perto de você...(3) Agora, tá tudo o bem por lá, pelos coments.

Zy: (1) Faça um teste, e publique no seu blog...(2) Se você assim, sei que não é por maldade, e eu tenho o maior carinho por você....(3) Nada a agradecer, somos amigos.

Branco: (1) Pois é, cara, por lá tem excelentes, que não saem rasgando a garganta...(2) Quem sabe u dia ainda vou por aí, e tomamos uma.

As 14 Máscaras: (1) Ri, quando vi, e lembrei da sua irritação quando o recebeu...(2) Mas não ligo, pra isso, tem um bom senso de humor...(3) Pode deixar, amigos não se apedrejam.

Gilzinha: (1) Bem vinda ao R B&P...(2) Lembro que fiquei dias inteiros procurando, na época eu era mais viciado em net...(3) Gosto muito da musica, mas não foi por ela que escolhi o nome, e sim, por gosta de fotografia em branco e preto, acho que elas passam mais sentimentos. Curiosamente, o seu é assim, e sua foto tá linda, se fosse colorida não ficaria tão bela....(4) Volte mais vezes.

Anita: (1) Levantarei, e puxarei com muito prazer uma cadeira pra você sentar...(2) É um prazer ler o Clube da Esquina e o Ollhos d´Agua...(3)É só dar um ´´click``!

Claudia Beatriz : (1) Sei da sua ocupação constante, é ótimo saber que você está escondidinha....(2) Eu me sinto bem lá no seu, é como uma saudade desconhecida...(3) Você tem uma participação especial nesse...(4) Run, Claudia, run!

Canceriana: (1) Mais é claro minha amiga, que você parte!...(2) Um dia ainda tiraremos uma juntos aí no Rio...(3) Obrigado!

Morcego: (1) Foi a música, e não podia ser diferente, pois quase tudo o que procuro na net é sobre música...(2) Me sinto bem em tudo aqui...(3) Blog já é sinônimo de amizade..(4) Não sou tão viciado, não tenho tempo pra me viciar, entro pouco...(5) Obrigado.

Ana Melo: (1) Obrigado!...(2) Sei que sua vida está muito ocupada...(3) Legal saber disso!.

Lulu: (1) Ainda não li, vou ver se encontro por lá, ou então você me manda...(2) É claro que você está incluída, além de ter um papo interessante. Não tenho vergonha de responder, nem estou brincando...(3) Não gosto do Orkut, se fosse lá acho que não seria muito diferente, mas prefiro o blog...(4) Acho que nosso encontro já está marcado, e a foto também.


Escrito por Sergio Nasto,
às 20:58


8 de set de 2005

Sob o Trópico de Câncer


...E, um dia, lá estava eu procurando o nome de uma musica da trilha sonora do filme ``Alguém Como Você``. Sabia qual era o cantor, Van Morrison, mas estava com uma dúvida sobre título. Sempre que buscava na net, não conseguia encontrar, inclusive vasculhando toda a coleção do cantor. Peguei o filme por acaso, não lembro se alguém me indicou. Como gosto de comédia-romântica resolvi arriscar, é um filme agradável, simples, meio que bom pra ver a dois, numa tarde sem compromisso....O engraçado é como na vida, uma coisa leva a outra. Mal sabia eu, que aquela procura iria me levar um outros estados e países sem sair de casa , e foi assim que cheguei ao mundo blog.

Como era domingo, estava sozinho em casa, dava pra navegar tranqüilo, num ´´ mar de almirante``. Não entendia muito bem o que era aquilo, como funcionava, quem eram aquelas pessoas, e o que faziam ali, e para ter aquele espaço. Hoje vejo como foram engraçados os meus primeiros comentários, acho que alguns nunca foram lidos, porque quando colocava o nome para o ´´buscar``, ele me indicava um dia qualquer as vezes no vasto arquivo, e eu comentava sobre o assunto. Encontrei o título correto da musica, ´´ Someone Like You``, exatamente o título traduzido.A partir daí , já estava extremamente curioso, nos textos, poesias, uma quantidade enorme de gente interessante.

Meus horários de internet, foram trocados do bate papo, para ler blogs. Dos que eu havia lido anteriormente, um me chamou a atenção mas, como comentava errado, não lembrava como cheguei a ele, e daí fiquei quase um mês, ou mais, procurando. Sei que tinha algo a ver com a música ´´For No One``, dos Beatles. Então, tive a idéia de buscar a mesma palavra, foram dias procurando, até que voltando ao ´´Alguém Como Você``, cheguei onde queria: ao Between Us. Dessa vez além de comentar assinei o livro, e recebi um e-mail da Jady. Uma simpatia em pessoa. Assim, ela se tornou minha primeira amiga virtual, a primeira a me dar idéia de fazer um blog, devido ao meus enormes comentários para seus textos, de lá fui pegando atalhos, entrando em uns, comentando. Outros, apenas lendo.A maioria de mulheres muito inteligentes. Isso foi há um ano e dois meses atrás.

Apesar de tudo, pensei muito em começar a fazer um. Não tinha tempo, nem sabia mexer em páginas, essas coisas necessárias para se fazer um bom trabalho. Além do mais, não tenho lá grande paciência para esse tipo de coisa, precisava que alguém fizesse para mim. Outra grande amiga, muito especial, Lya, que deixou esse mundo blogueiro, começou o trabalho, e a Jady, terminou. O nome eu já tinha. Minha filha achava que era por causa da música do Tom Jobim, mas não foi. Gosto de coisas em branco e preto, meio que saudosistas. Gosto de filmes, fotos. Tentei encontrar fotos que marcaram minha vida, que simbolizassem meus filhos, música, trabalho, amigos, mulheres etc...Faltou a foto do meu glorioso Fluminense. Um dia a coloco. Faltava escrever algo que juntasse tudo, que dissesse tudo em poucas palavras. Consegui. E ficou desse jeito que vocês estão vendo. Ele é simples, mais é mais ou menos o meu jeito. A única coisa que mudaria seria ilustrar com fotos, no início do post, como a maioria faz, mas seria muito igual aos outros, por isso preferi ele meio seco. Agora, o próximo passo seria o mais difícil..

Saber o quê e como escrever era meu maior problema. Não me achava preparado, mas sei que ninguém está preparado para alguma coisa antes de fazê-la. Olhando pra tela do Word, sem saber como começar. Escrevia e apagava. Até que escrevi o inicio mesmo, o porquê e como, o quê e quem. Foi meu primeiro post, meio...´´ O que vão achar?....Ah, já foi!``....Desde sempre tento passar algo de bom, algo a ensinar e aprender com os comentários e nas leituras dos outros blogs. Quando os respondo é como se tivesse conversando com o amigos sentados num bar ou em casa, ouvindo uma boa musica, tomando um chopp ou um vinho, numa conversa informal, coisa que tanto gosto fazer. Com a boa aceitação, fiquei mais a vontade para escrever os próximos, e assim por diante. Todos que comentam tem algum tipo de afinidade comigo, e eu, também.Aqui ponho minhas idéias, acontecimentos, experiências e sonhos. E nada melhor que compartilhar isso com amigos reais. Para mim, vocês que aqui comentam, são bem mais que virtuais, são virtuais-reais.

Como gosto muito de fazer amizades e para preservá-las é normal a dedicação. Quando acordo faço um bom café, sento em frente do computador , com muito prazer. Entro em todos e comento com alegria. Dar um alô, um bom dia, desejar um bom fim de semana, uma boa semana, felicitar um aniversário, alimentar o sentimento, uma conversa por telefone, um e-mail, tudo isso é valorizar. Parabenizo a todos que possuem seus blogs e pensam como eu. Nesse mundo cada vez mais distante em sentimentos, há de ser feito algo para uma aproximação maior entre as pessoas. Tenho certeza que muita gente melhorou seus relacionamentos e como pessoa, tendo o seu blog. É bom saber que temos afinidades com outras pessoas, que moram longe, que pensam como a gente. São amigos, considerados mesmo. Uns já conheço pessoalmente, outros ainda não. Uns estão próximos, outros distantes. Uns desse lado, outros do outro lado do mundo. Infelizmente, uns sumiram... Um dia pretendo conhecer um por um, ou sua maioria. O importante é há sempre um local sobrando para posar no meu retrato em banco e preto.

Semana passada, o R.B&P completou seis meses.


No Gramophone
: Hoje, Taiguara.

Comentando os comentários :

Morcego: (1) Pelo menos para mim por década até que é certo contar. Em relação aos discos tenho desde a década em que nasci, a de 60...(2) Esqueci o video-disc. O interessante que o primeiro que vi, foi justamente o ´´Pulse``, do Pink Floyd...(3) Aqui também é caro, e está fora de cogitação, o melhor é comprar aos poucos...(4) Que você sempre leia após antes dos vôos, ao cair da tarde.

Mirza: (1) Visitarei sempre..(2) Eu tinha muito cuidado com eles, a grande maioria estava em ótimo estado e conservação...(3) Acontecia comigo isso por ser difícil de encontrar alguém que goste do disco. Não vale a pena dar à toa...(4.) Meus filhos perdem os meus também, tempos desses comprei todos da Legião Urbana novamente. O pior ( ou melhor) é que gostam do mesmo estilo que eu.

Diana : (1) Conheço o Naxareth...(2) Fez muito sucesso na década de 70, várias musicas de sucesso, entre ela, ´´Love Hurt``, acho que um dos maiores sucessos rock.

DO : (1) Eu compro todo mês pelo menos um, desde 94 foi raro o mês que não comprei, mesmo assim desconto quando posso...(2) Não gosto muito de Heavy-Metal, mas admiro algumas bandas como os reis Iron Maiden...(3) Não gosto de qualquer estilo, axé, por exemplo, não gosto...(4) Os preços estão salgados, mas querendo não vejo o valor...(5) Se dá pra consertar, é bom para poder ouví-los.

Liliane: Não chega a ser insensatez, mas não deveria ter perdido todos.

Hiran Abif: (1) Eu não me importava com chiados, as vezes passava óleo de peroba neles quando estavam arranhados...(2) Hoje sou mais exigente em relação a boa música, a que eu gosto.

Carol: (1) Não deixe que o tempo passe tão depressa. Viva mais..(2) Aguardo.

Dalva Helena : (1) O que gosto do cd é principalmente o transporte, muito mais fácil...(2) A próxima invenção? Não ouso sequer a pensar....(3) Publico post apenas nos dias de quinta-feira, normalmente à noite.

Branco: (1) Na verdade, o sentimento foi meio de desespero, pois pensei que não poderia comprar o aparelho, nem substituir os LP...(2) Senti essa diferença ouvindo o importado ´´Dark Side Of The Moon``, do Pink Floyd. Tenho a versão nacional também, e senti a diferença. Hoje ouço mais a versão estrangeira....(3) Infelizmente ainda não temos um produto de primeira.

Karen: (1) Estou sempre ótimo...(2) Ah, que beleza, você canta?...(3) Existem milhares de cantores que não possuem ´´ aquela voz``, mas estão aí na mídia.

Drica: (1) Se for ´´toma lá , dá cá``, é sempre pelo lado positivo. Não faria aqui uma guerra de opiniões, isso não me cabem não devo. Travo aqui uma conversa normal entre amigos, com muito respeito a todos. Sinceramente, tenho o maior carinho, apreço por todos que comentam aqui, inclusive os mais novos que começaram essa semana. Apesar de virtuais são reais. (2) A idéia é essa mesmo, uma troca de informações, e como num bom papo, nem sempre pode haver concordância apenas por sermos amigos. Eu aprendo com vocês, e vocês comigo..(3) Esse espaço é aberto para qualquer opinião dos amigos, até discordar do post, se for o caso...(4) Acho que foi impressão sua, o ´´toma lá , dá cá``, é saudável...(5) Nunca é tarde para se colecionar algo, é uma terapia até. De repente você não atentou pra isso.

Eus: (1) É uma pensei que ía comer bolo...(2) Acho super saudável colecionar algumas coisa. Já fiz coleção de chaveiros, carteira de cigarro(sem fumar), cartões e fichas telefônicas, agora, tô querendo começar a fazer de camisas de clubes de futebol. O problema maior é o preço...(3) Aparecerei sempre por lá.

As 14 Máscaras : (1) É o homem não pára, pena que como falei no teu blog, ele destrói tudo que cria...(2)Nada contra o Bill Gates, o cara é bom e tem mais que aplaudir...(3) Gosto bastante do Simply Red, tenho todos os cd dele, além desse, o ´´Stars`` é muito bom, apesar de comercial...(4) Eles são eternos!

Luma: (1) Tenho 41 anos, completei dia 19 de julho...(2) Não vou me desfazer dos que restaram, pelo menos dos raros...(3) Começando??? Não! você entendeu! Isso mesmo , cada numero é uma resposta.

: (1) Eu sempre estou ouvindo música, em casa , no trabalho...(2) Meu problema maior é que estão com uma tia, espero que ela não os venda...(3) Recebo seu e-mail e respondi....(4) Hoje, depois dessa, o Flu é franco candidato a ser campeão.

Marisa Costa: (1) Foi uma das melhores notícias do ano...(2) Vou telefonar pra ela. Obrigado.

Lia: (1) Obrigado pela visita ...(2) Gosto do seu Cotidiano, e aparecerei por lá.

Anita: (1) Eu não comprei discos infantis, na minha época eu tinha uns de historinhas tipo chapeuzinho vermelho...(2) Meu primeiro disco, o primeiro que comprei com meu dinheiro foi o ´´In Though The Out Door`` do Led Zeppelin, em 1979...(3) Ok, mineirinha!...(4) Adicionei você!

Lulu: (1) Valeu, eu gosto do Totalmente mesmo desatualizado...(2) Por aqui , tá tudo ótimo, saudades de conversar contigo...(3) Pensei no que você me disse sobre seu pai, enquanto contava os meus...(4) Caraca! nem se eu te pedir emprestado o novo do 14 bis?...(5) Ela é uma mineirinha disfarçada de paulistinha...(6) Então, vamos comer!

Clarinha: (1) O ruim de guardar como lembranças é o espaço que eles tomam...(2) Para quem gosta de música não tem problema...(3) Grande Vitória!!! O vinho estava ótimo, quase fiquei de porre!! Vamos comemorar mais no domingo.

Gi : (1) É verdade, as fitas cassetes, eu tinha um monte delas. Numa caixa eu guardava 12 TDK, com os melhores...(2)Joelho de Porco? Gostava deles pra caramba...Guarde esses, são verdadeiras relíquias (3) Que legal, sua filha de dois anos que já gosta de musica? Muito bom.

Jackie: (1) Vou ficar com saudades, ainda mais do bate-papo...(2) Meu som que tinha o toca disco deixei no Rio, sinto falta...(3) Apareça.

Ana: (1) Olá!!!!..(2) Recebi e respondi, não recebeu?..(3) Como falaria? Me dê uma dica...(4) Sensacional!!! Esse Flu só nos dá alegria!!!!

Canceriana: (1) Sim, 536!!!...(2) Quero chegar ao 600, até o final do ano...(2) Valeu o papo, como sempre, muito divertido.

Zy: (1) Finalmente apareceu!!!...(2) Eu tinha um certo receio de não poder acompanhar a evolução, apesar de que na época o real estava pau-a-pau com o dolar, mas você conhece a instabilidade das nossas antigas moedas, né?


Escrito por Sergio Nasto,
às 19:50


1 de set de 2005

Outros 500s

...E, um amigo chegou lá em casa com um mini disco parecendo um espelho, dizendo que a curto prazo substituiria os meus quase mil Long Plays. Era a nova tecnologia chegando ao Brasil, década de 80. A sensação que tive é de meio desilusão com meus discos, alguns raros, como o Help e o Sargent Peppers And The Lonely Hearts Club Band, dos Beatles, o primeiro do Djavan, e alguns difíceis de encontrar, como o primeiro do Boca Livre; o Mudança de Tempo, do Terço. Assim fui começando a me acostumar com a idéia da troca, e de compra dos novos brinquedos.Uma satisfação pelo trabalho de um mês, e isso começou lá atrás.

No dia 04 de julho de 1994, comprei meus cinco primeiros CD. Foram eles: I Got Dem Ol Kozmic Blues Again, Mamma, da Janis Joplin; A Momentary Lapse Of Reason, do Pink Floyd; Van Halen II , do Van Halen; Coisa de Acender, do Djavan; e, Picture Book , do Simply Red. A partir daí passei a comprar dois, três por mês. Procurava promoções que hoje em dia são em maiores. As lojas de departamento não faziam promoção. Nossa nova moeda, o real, estava um a um com o dólar. Um CD valia R$ 4,50, que é o preço de uma super promoção hoje, quase não encontrada. Depois da empolgada primeira compra, comecei a substituir as velhas ´´bolachas``. Mas era difícil encontrar todos ainda, comecei a substituir os do Rush, e Led Zeppelin, e assim, por vez de meu gosto. Quando visitava uns amigos levava minha caixa com todos eles. O nacionais fui deixando por ultimo, pois tinha muito LP.Coleções completas do pessoal do Clube da Esquina. Dois anos depois comprei meu primeiro aparelho com CD, ele tinha uma PickUp para ouvir os antigos, eu já contava mais de setenta pequenos discos.

Sempre gostei muito de música, e desde cedo aprendi esse hobby de colecionar discos. Minha mãe tinha coleção completa de Roberto Carlos. E coleção de discos que havia lá em casa eram se sucessos de época. Uns que se tornaram clássicos. Lembro de Johnny Mathis cantando ´´Misty`` e ´´Evie``. Minha irmã repetia vária vezes, e eu detestava aquilo. Ouvir Nillson, cantar ´´Everybory´s Talkin``, era um martírio. Hoje gosto muito dessas musicas, fazem parte da minha vida. Durante esse tempo fui aprendendo a gostar de outros estilos. Na adolescência, curtia Uriah Heep, Renaissance, Eagles, AC/DC, Deep Purple, Rush, Rod Stewart, Eric Clapton, Kiss, além dos já tarimbados Beatles, Led Zeppelin, Pink Floyd e Rolling Stones.

Ainda na pré-fase adulta, me deparei com Os Embalos de Sábado à Noite, e pela primeira vez, ouvi e gostei dos Bee Gees. Lá em casa tinha um disco vermelho deles com a família toda na capa, mas nunca tinha ouvido. Eu não era de ir a discotecas, e o filme abriu meus ouvidos para outro tipo de som, que não era de todo ruim. Hoje tenho alguns cds da fase Disco, inclusive tema de dois filmes que gosto muito, O Últimos Embalos da Disco, e os Embalos de Sábado à Noite. Veio a fase mais clara pra MPB, e lá estava eu comprando, Beto Guedes, Milton, 14 bis e Chico. Com a renovação do cenário musical na década de 80, é claro que não podia passar em branco, The Police, U2, Simply Red, Simple Minds e o Rock-Brasil.

Dia desses, fui procurar um cd da Alana Davis, que não estava no estojo, e graças a esse ato de minha filha, coloquei todos os cds no chão. Fiquei impressionado com a quantidade e resolvi contar. Comecei a separar por estilo, para ser mais fácil na hora de encontrar o desejado. Ao final: 536 CD. Esse é meu vício, meu hobby, uma das coisas que mais gosto de fazer. Tenho poucos estilos: jazz, mpb, rock, blues, e alguns pop. Tenho cantores que gosto, na maioria são bandas, e cantoras que sou apaixonado como Norah Jones. Tenho CD que apenas gosto, e uns que adoro. Tenho CD que empresto, uns que não empresto. Tenho CD que perdi, uns que achei. Tenho um especial, que já emprestei, já perdi, já ganhei, já comprei : o ´´Pulse``, do Pink Floyd. Ele é o meu preferido. É o mais bonito, o melhor encarte, as melhores fotos, o melhor show...Ele é a minha cara...As batidas do meu coração são como o dele. Se eu fosse um CD queria ser assim, mas aí, são outros quinhentos.

No Gramophone : ´´Confortably Numb``, Pink Floyd.

Comentando os comentários:

Clarinha: (1) Até a separação, não pensamos assim....(2) A liberdade que se tem é principalmente de passar a se conhecer melhor...(3) Mudar para melhor, e não para ver como vai ficar...(4) A gente toma esse vinho ano que vem com uma esfera no céu...(4) O Flu tá vivissímo!

Luma: (1) Não entendeu? Eu queria saber como você faz no seu. Um dia em aprendo. É na realidade, eu não tenho muito tempo pra mexer e descobrir as manhas...(2) Essa maneira egoísta se perde quando você fica sozinho e reflete mais sobre seu relacionamento..(3) É um bom preparo para outro mesmo que ache que não errou no primeiro...(4) Ok, aguardo o lance do cd da Madeleine.

As 14 Máscaras : (1) Isso foi falado no papo da reclamação da mulher, mas nós reclamamos também. Penso que as modificações pra pior são dos próprios...(2) Estou solteiro e gosto dessa vida, mas confesso que sinto falta dos dias de casado...(3) É verdade, com a separação você aprende a lidar com essas fases.

Mirza: (1) Concordo, principalmente quando há filhos...(2) Mesmo quando parece impossível há chance..(3) Não, não é solitária. Pelo menos eu não acho..(3) Todos queremos boa companhia, viver juntos e bem felizes, talvez o problema esteja em não acreditar nessa possibilidade.

Jackie: (1) Legal, caso como o seu. Eu casei aos 25 e me separei aos 30...(2) o meu foi super desgastante, e só depois de dois anos é que as coisa se acalmaram...(3) Sempre pensei sobre esse lance de dar tempo ao tempo e pelo menos aprender com a separação.

Jady: (1) Vamos comemorar um dia, se chegar...(2) Meus primeiros dois anos de separação foram muito ruins, parecíamos casados...(3) Eu gostava da vida de casado até começar a não haver dialogo, e hoje, gosto muito da minha vida.

Teti: (1) Essa é vida que você pediu a Deus..(2) Gostava da minha via de casado, e gosto da minha atual, sem problemas. Aproveito como posso.

DO: (1) Não se assuste, a vida de casado é boa...(2) Nada é complicado se queremos acertar, nem difícil quando queremos viver...(3) Linkar? Claro que pode.

Branco: (1) Casei na idade que achava certa, não tive problemas....(2) Tive meus momentos de impasses depois da separação mas hoje tudo está claro e tranquilo...(3) As mulheres são demais, e fazer o quê? Somos perdidos e apaixonados por elas mesmo.

Lia: (1) Eu pelo menos me preocupo, e acho que o homem está aprendendo a conviver melhor com isso...(2) Não adianta ficarmos remoendo dores passadas, temos que olhar em frente e procurar ser feliz, vivendo melhor...(3) Isso de ficar bem, sem cobranças, até as próprias fortalece idéias para um próximo ajuste num relacionamento.

: (1) Tem uma determinada hora que cansamos da vida de solteiro, acho chegou pra você...(2) Nosso Flu tá ótimo! Viu ontem? A sorte nos acompanhou.

Drica: (1) Se você põe na cabeça que detesta a vida de solteira fica difícil aceitá-la como forma de reflexão, de melhora...(2) Creio que há uma certa dificuldade em aceitar outra pessoa solteira que gostava da vida, mas resolveu casar..(3) Concordo que para estar mal acompanhado, é preferível ficar só, mas ser solteiro não quer dizer solitário.

Liliane: Todos queremos isso, mas nem sempre é possível, então, vivemos como podemos. Enquanto o grande amor não vem, paramos e pensamos.

Diana: (1) Obrigado pela visita...(2) Não estamos alvos e erros, mas ficar só é realmente como você falou, um tipo de reencontro consigo para um certo auto-conhecimento...(3) Apareça sempre !

Gi: (1) Tudo ficou realmente muito bonito, é como aquela frase : o belo está na simplicidade..(2) O casamento ficou muito descartável, e existem vários motivos, sempre diferentes de um casal para o outro...(3) É verdade, a evolução do homem fez com que ele tivesse facilidade para varias coisa mas se complicou um pouco quando foi para fazer algo para si.

Morcego: (1) A vida tem varias alegrias, mas é claro que chegam os dias vazios que tudo que se quer é uma boa companhia, mas isso com sorte se consegue...(2) Casar é bom e faz parte da vida, todo mundo devia casar e ter filhos, são duas experiências maravilhosas...(3) Quando você leu a primeira vez era dia? rsrsrsrs..

Anita: (1) Saudades, moça!...(2) Trocar ou rapidamente substituir nunca foi meu pensamento, acho que tudo faz parte do respeito. Fazendo assim, nada se aprende...(3) Esperar nunca é demais, não tem como adiantar a certeza.

Karen: (1) Estou super bem..(2) Aprender é tudo de melhor que a vida nos propõe, não há como deixar de lado algo que com a experiência vemos que é o melhor a fazer...(3) Há pessoas que reclamam nunca se identificarem com ninguém, e muitas vezes vem daí, do tempo que não se deu.

Shê: (1) Legal! Então, fique a vontade e aproveite...(2) Eu entendo esse lance do trabalho. No meu acontece isso, e nem sempre dá pra abrir...(3) Vi as fotos lá no seu, você é muito bonita...(4) Percebi o sumiço do comentário, mas tudo bem, você leu...(4) O Nei aprendeu a cozinhar?

Hiran Abif : (1) Valeu a visita!...(2) Acho que essa pressa só faz com que não se posa enxergar a maturidade aparecer...(3) Acho que substituíveis apenas no espaço físico, não na emoção...(4) Apareça

Carol S. : (1) Olá, guria, que saudade!...(2) O tempo sabe tudo, e você tem muito a caminhar, mas é assim que se pensa, que o caminho é longo...(3) Nos encontraremos em Brasília.


Escrito por Sergio Nasto,
às 23:01


| Sites e blogs favoritos |
Jady|Cintia|Cecilia|Guga Flaquer|Rackel|J. Neto|Euza|Carol|Bandeiras| Babi Soler|Natalia|Morcego|Drica|Claudia| Teti| Sidnei|Sieger | Lulu | Beti Timm|Ju|Katia|Eliana|Advi|Mirella|Raquel|Talita | Gisele|Luciana|Van |Juliana|Menina |Luana|Micha | Meninas/a>|Sonia | Dácio Jaegger| Monica Montone | Ana | Alê|Josi|Liz|Marcos | |Giovana Manzoli |Grace|Mario|DO| Be| Pepê|Katia| Mirza|MaithII|Luma|Janaina|Lia|Rosa|Cris Penaforte| Lino| Saramar|Mani|Ana Pontes| Raquel Moniz|Meire| Cilene|Sandra Turner|Fernanda|Hiran|Dalva|Mary|LilianePaula| Edgar|Magui|Sammyra|Mere|Tina Harris|Tina|Monica Cabral||Bel| Laura|Veronica|Elvira|Alice|Fabiola|Maith|Kall|Keila|Cejunior| Patty|Elisabete|F.|Marconi| Daniele|Barbara|Loba|Euza|Di|Fred|Vivi|Lili|Vera|Georgia| Elis|Paulo|PauloII|
| Arquivos |
02.2005 03.2005 04.2005 05.2005 06.2005 07.2005 08.2005 09.2005 10.2005 11.2005 12.2005 01.2006 02.2006 03.2006 04.2006 05.2006 06.2006 07.2006 08.2006 09.2006 10.2006 11.2006 12.2006 01.2007 02.2007 03.2007 04.2007 05.2007 06.2007 07.2007 08.2007 09.2007 10.2007 11.2007 12.2007 01.2008 02.2008 03.2008 04.2008 05.2008 07.2008 10.2008 11.2008 12.2008 01.2009 04.2009 06.2009 07.2009 08.2009 09.2009 11.2009 12.2009 02.2010 04.2010 05.2010 06.2010 07.2010 11.2010 12.2010 04.2011 08.2011


| Créditos |
Blogspot | Getty Images | Haloscan | Inversa


<body> <BGSOUND SRC="musicas.mid" LOOP="INFINITE">