|

9 de jun de 2005

Traduzir em Dois

...E Vera amava Pedro, que amava Lourene, que amava Julio, que amava Tereza, que estava sozinha. Eu era seu grande amigo, um amigo mais que amigo, ela mesmo dizia. Eu namorava Lucinha, mas entre idas e vindas bem que não restava muito. Com Tereza era tudo como combinado, ela vivia dizendo que queria juntar o tudo, sendo mais que melhor amigo, ser amigo e namorado. Gostei da idéia, mas muita coisa estava acontecendo comigo. Não sabia ao certo quanto tempo ficaria morando na cidade, e não queria complicar as coisas. Nunca fui de fugir de laços, mas evito dar um nó cerrado. A situação era também o ideal pra nós que pensávamos parecidos. Com todo aquele tempo de conversas, olhares por trás de palavras, e letras escritas a um simples toque nas mãos, nossos corações se confiavam, se admiravam.
Um dia fazendo contas de tempo, percebemos que há muito nos conhecíamos. Eu lembrava que havia emprestado apostilas para ela fazer um concurso público, ela dizia que não, que foi antes, na casa da minha tia. Eu realmente não lembrava. Bom, mas não íamos discutir isso agora. Ela me perguntou: ´´Você sempre quis algo comigo?``. Eu falei que sim, mas em momentos pensei como seria namorar uma amiga. O que faria com toda aquela admiração e confiança? Ela disse que não íamos casar, era só namorar. Mas, fácil pra ela , pois estava sozinha, e eu teria que terminar com Lucinha, e como faria depois? Fazíamos parte do mesmo grupo de amigos, e falei várias vezes que Tereza era minha melhor amiga, encarando sempre o olhar ciumento de Lucinha. Havia um problema com ela que era o ciúme de minhas amigas, mesmo que conhecesse, e alimentava uma certa rivalidade com elas, coisa que nunca gostei. E foi por isso que terminei.
Num dia qualquer, nos encontramos, e ficamos alguns meses, namorando a idéia de um relacionamento, conversamos como seria a amizade embutida num caso de amor, e fomos nos aproximando do primeiro beijo. Na verdade, sempre soubemos que poderia acontecer, ríamos dessa situação. Só não era fácil encontrar com Lucinha e fingir que nada acontecia. Entre filmes, limpas palavras, pequenas viagens, longos assuntos, passamos a entender que poderia trazer felicidade, uma amizade rica, com bastante interesse em outros pontos, atração, e inúmeras descobertas a nosso alcance. Tereza era outro lado de uma linda folha escrita. A poesia em pessoa.
Começamos com conselhos um para o outro, ela adorava Lucinha. Eu dava aquela dica de um amigo, mas sem jogá-la pra cima de qualquer um, afinal queria que ela conhecesse alguém bem especial, e meus amigos mais legais tinham namoradas, no mais, os outros...Bom, os outros são os outros, e só. Tudo que saiu de nossa boca foi inteiramente sincero, com respeito pelo sentimento alheio. Éramos muito íntimos até, era complicado se pensássemos em nada fazer, mas se fizéssemos, gostaríamos. Ela perguntou: ´´E, se eu te beijasse?``, eu falei que tudo bem, eu gostaria,..´´E, se acontecesse algo mais?`, também gostaria. Foi exatamente assim que começou, não adiantava guardar aquele sentimento, era dar e receber sem explicação, sem ciúmes, nos correspondíamos, e, acima de tudo, nossa amizade permaneceu, éramos muito mais que grandes amigos, aquilo era muito gratificante, ter com quem contar, sem cobrar, sem fantasmas.
Os anos passaram, um dia fomos apenas conhecidos, em outros namorados, depois amantes, e somos amigos, sempre, em todos os momentos desde aquele dia 12 de junho, data que depois de muito tempo ela encontrou anotada num recado dentro de uma apostila que alguém lhe emprestara, onde estava escrito....´´O amor, tendo germinado, cria raízes que não param de crescer. ``


No Gramophone: ´´ Nada pra mim``, Ana Carolina.


Comentando os comentários
:

Clarinha : Eles são eternos e o que você juntou tem tudo a ver.

Canceriana
: Que bom ter gostado!

Drica: (1) Valeu!...(2) Igual as suas palavras.

Flôr: (1) Verdade, nossas vidas são regidas por músicas...(2)Roberto Carlos, ouvi boa parte da minha vida, minha mãe era fã, e seu presente preferido era um disco dele no natal, então passei a gostar de suas músicas, mais da década de 70.

Shê: Você já está no Clube e não sabia, só falta conhecer mais.

Teti: (1) Volte a escutá-los sem falta, faz bom para o corpo, alma e coração....(2) Melhoras para ele.

Jady: São pessoas feito imãs que o Clube nos apresenta.

Liliane: A música é uma das mais belas, uma letra que parece sem compromisso, mas totalmente sentimental.

Carol S.: Viva! Apareça, gosto da sua ´´presença``.

Ana: (1) Pois é, muita gente que gosta deles vai ter acesso, pois minha amiga Anita pediu pra colocar em seu Clube da Esquina...(2) Sábado recomeça, nosso Flu vai comer o ´´peixe``. Quase comeu a ´´raposa``....(3) Você consegue.

Anita: (1) Claro que faz parte, amiga, pra você ver que não falo nada errado sobre isso...(2) Postar no seu? Que honra!

Lulu: (1) Desde que o Clube entrou na minha vida, que perdi a chave...(2) Ah, então seja Fluminense... pela nossa amizade.

Morcego: (1) Cara, seu vôo muito bem legal, apareça!...(2) Criaturas da Noite é bem sua cara...Mas, peraí, ´´O Terço``, não é tipo de crucifixo? E morcego não é vampiro? E vampiro não é Drácula?...Cuidado com o show da banda!

Ana Melo: Pois é, não falei que faria essa homenagem? Cumpri. Eles merecem mais.


Escrito por Sergio Nasto,
às 22:08


| Sites e blogs favoritos |
Jady|Cintia|Cecilia|Guga Flaquer|Rackel|J. Neto|Euza|Carol|Bandeiras| Babi Soler|Natalia|Morcego|Drica|Claudia| Teti| Sidnei|Sieger | Lulu | Beti Timm|Ju|Katia|Eliana|Advi|Mirella|Raquel|Talita | Gisele|Luciana|Van |Juliana|Menina |Luana|Micha | Meninas/a>|Sonia | Dácio Jaegger| Monica Montone | Ana | Alê|Josi|Liz|Marcos | |Giovana Manzoli |Grace|Mario|DO| Be| Pepê|Katia| Mirza|MaithII|Luma|Janaina|Lia|Rosa|Cris Penaforte| Lino| Saramar|Mani|Ana Pontes| Raquel Moniz|Meire| Cilene|Sandra Turner|Fernanda|Hiran|Dalva|Mary|LilianePaula| Edgar|Magui|Sammyra|Mere|Tina Harris|Tina|Monica Cabral||Bel| Laura|Veronica|Elvira|Alice|Fabiola|Maith|Kall|Keila|Cejunior| Patty|Elisabete|F.|Marconi| Daniele|Barbara|Loba|Euza|Di|Fred|Vivi|Lili|Vera|Georgia| Elis|Paulo|PauloII|
| Arquivos |
02.2005 03.2005 04.2005 05.2005 06.2005 07.2005 08.2005 09.2005 10.2005 11.2005 12.2005 01.2006 02.2006 03.2006 04.2006 05.2006 06.2006 07.2006 08.2006 09.2006 10.2006 11.2006 12.2006 01.2007 02.2007 03.2007 04.2007 05.2007 06.2007 07.2007 08.2007 09.2007 10.2007 11.2007 12.2007 01.2008 02.2008 03.2008 04.2008 05.2008 07.2008 10.2008 11.2008 12.2008 01.2009 04.2009 06.2009 07.2009 08.2009 09.2009 11.2009 12.2009 02.2010 04.2010 05.2010 06.2010 07.2010 11.2010 12.2010 04.2011 08.2011


| Créditos |
Blogspot | Getty Images | Haloscan | Inversa


<body> <BGSOUND SRC="musicas.mid" LOOP="INFINITE">