|

8 de abr de 2005

Sete Vidas

...E ainda assim é possível gostar de viver, mesmo sem peixes ou ratos, sem carnes ou patos, sem leite ou água, sem pássaro ou cão. Sei que para nós a vida não está fácil, e imagino para eles, pobres mortais sem chance de clonagem, pelo menos por enquanto e assim tão fácil. O que ganhariam, clonar sete vidas? Alguém já parou pra contar suas vidas? Quantas chances lhe deram? Quando estamos morrendo, será que não temos mais chances?Chegou a nossa hora?
Bom, pensei nisso agora, mas antes fiquei assustado. Gostaria de ter lhe dado uma chance. Minha intenção era passar no sinal, mas a ida à padaria me fez desviar do caminho.O que pensei é que temos as mesmas chances, na hora de não pegar o avião, trem ou ônibus antes de um acidente...Ou na saída, do exato momento do assalto com tiroteio...Anjo da Guarda? Todas as criaturas possuem guardiões? Quando acontece, é por que o Anjo dormiu? Ele morre junto? É a hora dele, também? O que acontece na hora da partida?
Aquele era um bom dia, um lindo e calmo sol, depois da chuva. Eu estava tranqüilo, de férias, tarde boa para sair, caminhar, pensar na vida, aproveitar a brisa e gastar algum dinheiro. Comprei um cd que há muito queria, ´´Houses of The Holy``, do Led Zeppelin, e mentalmente, cantarolava suas músicas. O trânsito na avenida que moro estava intenso, como sempre nos fins de tardes. Parei para atravessar, olhei e pensei: O que ele está fazendo ali parado? Estava quieto, pensativo, parecia se despedindo, orando.
Naquele momento me veio à mente uma série de coisas. Há um mistério sagrado, sobre a vida e a morte, não sabemos nada de nenhuma das duas. Há os que acreditam em missões, e os que acreditam num vazio, um sem por quê. Algo me chamou a atenção naquele coitado, algo triste, solitário, desesperador, assustador. Pareceu que sua parceira tinha lhe tirado o direito de viver, sem ver seus filhos, ou simplesmente, não conseguia o leite de cada dia. Se fosse ladrão, não conseguia um roubo sequer. Sempre ouvi dizer de seus defeitos, do seu desamor, do seu desapego...Seria isso?Teria sido expulso de casa?Pois é, ali estava alguém, se é se pode chamar assim, desesperado por apoio, uma conversa, nem que fosse num telhado, vendo as últimas estrelas, o ultimo luar... Isso em questão de segundos, foi como dizem, que quando estamos morrendo passa um filme de nossa vida e poucos segundos, assim assisti sozinho aquele filme, e não era meu...Não sei quem foi e voltou para dizer isso, e nem isso poderia lhe dizer.
Foi então, que ele tentou atravessar a rua. Fiquei impressionado com tamanha coragem, mas pedi aos deuses para impedi-lo da próxima tentativa, eu o ajudaria. Aquilo era suicídio. Quando eu menos esperava, ele se jogou na frente de um carro. Ouvi o barulho, e um corpo no chão. O motorista não parou, acelerou ainda mais. Eu, rapidamente, para evitar um estrago maior, peguei-o no colo e parei na calçada...Deitei-o no chão, tentei examiná-lo para ver onde havia machucado mais, percebi que era fêmea, e era inevitável o fim, costelas quebradas, lhe faltava ar, provavelmente perfurações dos órgãos vitais. Levei-a ao colo novamente, fiz uma pequena massagem no seu peito...Mais dois ou três suspiros e morreu. Provavelmente por amor. Aos filhotes, talvez.
Gostaria de ter lhe dado um enterro descente, mas não a conhecia. Acho que a família morava por perto. Provavelmente era uma boa menina, forte, bonita, como diriam nossas avós, cheia de vida. Tudo que pude fazer foi deixá-la, num canto da calçada, para que ninguém incomodasse seu sono eterno. Outros passariam por ali, e o reconheceriam, talvez um ex-namorado, um ex-patrão, uma ex-amiga, ou até mesmo aquele cachorro do seu pai...Notícias ruins correm rápidas. Coitada. O que percebi é que de nada adianta ter sete vidas, se o Anjo da Guarda tem seis.

No Gramophone
: ´´The Rain Song``, Led Zeppelin.

Comentando os comentários:

Shê : (1)É bem melhor pensar antes sozinha, pra saber e entender a possibilidade, ou da não possibilidade. Agradar só a um não adianta...(2) Que bom que encontrou a felicidade.

Anita : (1)Obrigado....(2)Medo não precisa, pois se assim for não se pode amar, o cuidado com a relação é primordial, os dois cuidando, é claro....(3) Vamos lá, combinaremos no decorrer do ano.

Jady: (1) Esse é o maior problema, mas há jeito para se contornar...(2) ´´reconfiar`` é sempre mais difícil para nós homens...(3) Vamos assisti-lo, juntos!

Claudia: (1)Confiar no amor sempre e desde o inicio é a melhor forma de na cometer erros, o problema é que a grande maioria não acredita nisso, acredita, sim, na campanha da nova marca de cerveja. Mas há casos e casos, como você falou...(2) Vamos te fazer inveja!!!!

Drica: (1) Obrigado...(2) Como a Claudia falou, existem casos e casos, nem sempre há voltas, e sempre são doloridas, vai de Ada um repensar se vale a pena, vai depender do grau de mágoa ou de amor...(3) Não se pode comparar um casamento a m cristal, justamente por causa das quebras, diga-se uma porcelana, que dependendo da quebra, há menos o mais pedaços..(3) Impossível, não acredito.

L.: (1) Beijos, já os peguei....(2) Obrigado.

Zy: (1)Isso acontece todos os dias...(2)É verdade, bom seria se encontrássemos sempre pessoas preparadas e atentas pra isso, seria meio caminho andado.

Teti: (1)Realmente foi pouco tempo, mas o problema maior foi morar na casa dos pais...(2) O afastamento foi bom até, segundo ele...(3)Eu não concordo com afastamentos, tempos, essas coisas.

Rafa: (1) Como não gostar? Basta você postar...(2) Legal, espero ter ajudado em algo.

Ana: (1) Existem os felizes, ainda bem...(2) O bom é a chance pra mudar, e entender essa oportunidade e não jogá-la fora...(3) Só vai saber o resultado se fizer.

Lulu : (1) São as oportunidades que nos fazem enxergar o melhor de cada escolha...(2) Visitarei sempre

Carol: (1) Sou todo ouvido, ou seja, olhos. Um amigo nunca se chateia com uma confidencia do outro, sinta-se à vontade...(2) Cada caso é um caso, mas há possibilidade...(3) Aguardo o e-mail, mandei o meu no seu blog.

Gisele:(1)Acreditar na possibilidade já é meio caminho andado, o mais importante são as partes se conscientizarem disso...(2)Obrigado pela visita, volte sempre.

À todos : O amor é uma chance!


Escrito por Sergio Nasto,
às 13:35


| Sites e blogs favoritos |
Jady|Cintia|Cecilia|Guga Flaquer|Rackel|J. Neto|Euza|Carol|Bandeiras| Babi Soler|Natalia|Morcego|Drica|Claudia| Teti| Sidnei|Sieger | Lulu | Beti Timm|Ju|Katia|Eliana|Advi|Mirella|Raquel|Talita | Gisele|Luciana|Van |Juliana|Menina |Luana|Micha | Meninas/a>|Sonia | Dácio Jaegger| Monica Montone | Ana | Alê|Josi|Liz|Marcos | |Giovana Manzoli |Grace|Mario|DO| Be| Pepê|Katia| Mirza|MaithII|Luma|Janaina|Lia|Rosa|Cris Penaforte| Lino| Saramar|Mani|Ana Pontes| Raquel Moniz|Meire| Cilene|Sandra Turner|Fernanda|Hiran|Dalva|Mary|LilianePaula| Edgar|Magui|Sammyra|Mere|Tina Harris|Tina|Monica Cabral||Bel| Laura|Veronica|Elvira|Alice|Fabiola|Maith|Kall|Keila|Cejunior| Patty|Elisabete|F.|Marconi| Daniele|Barbara|Loba|Euza|Di|Fred|Vivi|Lili|Vera|Georgia| Elis|Paulo|PauloII|
| Arquivos |
02.2005 03.2005 04.2005 05.2005 06.2005 07.2005 08.2005 09.2005 10.2005 11.2005 12.2005 01.2006 02.2006 03.2006 04.2006 05.2006 06.2006 07.2006 08.2006 09.2006 10.2006 11.2006 12.2006 01.2007 02.2007 03.2007 04.2007 05.2007 06.2007 07.2007 08.2007 09.2007 10.2007 11.2007 12.2007 01.2008 02.2008 03.2008 04.2008 05.2008 07.2008 10.2008 11.2008 12.2008 01.2009 04.2009 06.2009 07.2009 08.2009 09.2009 11.2009 12.2009 02.2010 04.2010 05.2010 06.2010 07.2010 11.2010 12.2010 04.2011 08.2011


| Créditos |
Blogspot | Getty Images | Haloscan | Inversa


<body> <BGSOUND SRC="musicas.mid" LOOP="INFINITE">